Migração de Servidor de Arquivos com Robocopy

Boa Pessoal,

Venho em mais um post falar sobre esta excelente ferramenta da microsoft para migração de arquivos, que permite migrar arquivos mantendo suas permissões NTFS, exclusão de arquivos que não serão copiados ou desnecessários dentre outras funcionalidades interessantes que vou citar logo em seguida, a ideia de post surgiu logo após uma migração que executei num cliente, segue abaixo a explicação do comando que utilizei e seus benefícios.

robocopy

robocopy e: f: /E /Z /COPYALL /ETA /R:0 /W:0 /xf pagefile.sys /xf *.wma /xf *.wav /xf *.mp3 /xf *.wmv /xf *.vob /xf *.mpg /xf *.mkv /xf *.avi /xf *.mp4 /xf *.inf /xf *.cmd /xf *.com /xd "System Volume Information" /xd /LOG:c:\copia.txt /TEE

/E : Sub diretorio e os sub diretorios vazios
/Z: Modo backup do arquivo, faz copia incremental
/COPYALL: Copia permissões NTFS
/ETA: Estimativa de Copia
/R : Tentativas da copia do arquivo
/W : Tempo em espera em segundos
/xf : Arquivos e Extensões que não seram copiadas
/xd : Diretório que não será copiado.
/LOG: Local onde será gerado o log da copia.
/TEE; Mostra o resultando do comando na janela de console e no arquivo de log.

– No inicio do comando as letras e: e f: ( unidade origem dos arquivos a serem copiados e unidade de destino da copia dos arquivos )
– As extensões adicionadas no comando podem variar dependendo de cada caso a ser analisado, pois muitas vezes não queremos levar “lixo”, na hora da migração para novo file server.
– Após realiza a copia dos arquivos, você pode rodar este comando novamente, que neste momento só será feita a copia dos arquivos que foram alterados.

Fonte: http://technet.microsoft.com/pt-br/library/cc733145(v=ws.10).aspx

Converter Máquina Virtual de Vsphere(ESXi) para Hyper-V

Boa Jovens!!

Segue pequeno tutorial de um ferramenta muito boa que descobri visitando site do Fabio Hara,com está ferramenta conseguimos converter máquinas virtuais em Vmware Vsphere para Microsoft Hyper-V de forma fácil, pratica e melhor de tudo grátis!
Vamos começar!!!

1- Após efetuarmos a instalação do software que segue padrão “NNF”, abra o programa e nesta primeira tela onde selecionamos host Vsphere.( Preencha com as informações de IP, usuário e senha), se você tiver com seu host integrado ao Active Directory pode fazer conexão com usuário que tenha permissão.

Tela1

2- Neste momento selecionaremos a máquina virtual que será convertida, neste exemplo fiz a conexão a um Vcenter e dentro dele temos 2 hosts Vsphere vinculados.

Tela2

3- Nesta tela é apresentado a configura que está a máquina virtual que selecionamos no passo anterior, podemos alterar algumas configurações como: Nome da Máquinas Virtual, Processador, Memória e Inicialização automática.

Tela3

4- Agora vamos selecionar em qual host hyper-v vamos guardar a máquina virtual, adicionamos endereço IP e selecionamos e logo abaixo marcamos o host que terá a máquina armazenada, se tivermos trabalhando com cluster no lugar do endereço IP do host vamos colocar endereço do cluster e seguida selecionamento o host, para saber qual é o melhor host disponível verificamos o campo rating, que quanto mais estrelas melhor o host.

Tela4

5- Seguindo a configuração, conforme mostrado na imagem vamos selecionar onde ficará armazenado a máquina virtual, definir o formato do disco virtual (deixar marcado a opção VHDX format disk ser for para Windows Server 2012), e logo abaixo selecionar quais serão os switch virtuais que esta máquina terá acesso.

Tela5

6- Este é o momento muito importante na hora da migração que é a definição da área para criação da pasta temporária, o processo ocorre da seguinte forma, o software copia os .VMDK e após copia fará a conversão dos disco para .VHDx. O software fará uma analise nos disco e conforme o campo rating indicará melhor disco, que quanto mais estrelas melhor disco e criamos a raiz dentro do disco, por padrão ele cria conforme a imagem.

Tela6

7- Na tela abaixo é exibido um resumo de todas as configurações feitas para migração, se o check box “star the virtual machine after …” for marcado após a migração a máquina virtual será iniciada, não recomendo marcar este check box pois o interessante é após a migração validar todas a configurações de disco, rede, processador e afins antes de iniciar a máquina virtual.

Tela7

Valeu até a próxima!!